Campeonato Brasileiro de Canoagem terminou com sucesso em Curitiba

O evento reuniu 357 atletas de todo o Brasil e servirá para a definição das Equipes Permanente das modalidades.

  
  


Terminou com sucesso no domingo (25/09), no Parque Iguaçu, em Curitiba (PR), o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2016, evento que reuniu 357 atletas de todo o Brasil e que servirá para a definição das Equipes Permanente das modalidades. Ao todo foram disputadas 279 provas, sendo 121 finais, em categorias que abrangeram canoístas entre 8 e 60 anos (Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master e Paracanoagem).

No domingo foram disputadas todas as provas eliminatórias, semifinais e finais na distância de 200 metros, destaque para as provas que aconteceram entre às 12 e 13 horas que contaram com transmissão ao vivo pelo canal SPORTV. Além da exibição do evento na TV fechada o campeonato também foi transmitido em sua totalidade na internet no canal do Youtube da Canoagem Brasileira.

Para a atleta olímpica Ana Paula Vergutz, seus objetivos foram atingimos no Campeonato Brasileiro. "Estou bem feliz com meus resultados neste brasileiro. Venci a prova do K1 500m, que era minha principal prova nas olimpíadas, e assim confirmei meu favoritismo na prova", explicou.

CCSJP e ACI levam os troféus de campeões gerais

A Associação Caxiense de Esportes Náuticos - ACEN, de Caxias do Sul (RS), sagrou-se campeão geral da Canoagem Velocidade do Campeonato Brasileiro 2016 com 695 pontos. Em segundo lugar ficou a Associação Cacaueira de Canoagem - ACC, de Ubaitaba (BA), com 619 pontos; e em terceiro a Associação de Canoagem de Itacaré (BA) – ACI, com 519 pontos.

Para Jonatan Maia, chefe de equipe da ACEN, a conquista do troféu é o resultado de muito trabalho, dedicação e empenho dos atletas. “Apostamos muito no trabalho em equipe e este é o terceiro ano consecutivo que conquistamos o título”, contou.

Na Paracanoagem o título de campeão geral ficou com o Clube de Canoagem de São José dos Pinhais - CCSJP (PR) com 131 pontos. O vice ficou com o Iate Clube de Londrina (PR) – ICLondrina com 54 pontos e na terceira colocação a Associação Caiakagem de Canoagem – ACkCB, de Brasília (DF) com 42 pontos.

“Foi uma satisfação participar deste campeonato e ser campeão por equipe foi uma surpresa muito grata. É resultado e reconhecimento do nosso trabalho”, disse José Agmarino Coelho, presidente do CCSJP

Isaquias Queiroz, inspiração das novas gerações

Não é só na água que Isaquias Queiroz é referência. Até mesmo o seu corte de cabelo virou inspiração para as novas gerações. Mateus Santana, de 14 anos, atleta da ACC é fã do maior medalhista brasileiro em uma única edição dos Jogos Olímpicos e se inspirou nele para cortar o seu cabelo antes do Campeonato Brasileiro.

“Mudei o corte de cabelo logo depois dos Jogos Olímpicos em homenagem ao Isaquias. Acho legal, ele é minha inspiração, quero ser igual a ele”. Além do estilo, o Mateus explica que o corte de cabelo tem outras vantagens “Quando chego na competição meus adversários já pensam que sou igual a ele e ficam com medo. Esse é o meu primeiro Brasileiro e já ganhei uma medalha de prata”, revela.

CBCa homenageia atletas olímpicos e paralímpicos

Depois dos atletas brasileiros que representaram o país nos Jogos Olímpicos foi a vez dos canoístas da Paracanoagem receberem uma homenagem da CBCa. Em reconhecimento ao esforço, comprometimento e desempenho nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, a Confederação Brasileira de Canoagem, homenageou os atletas Luis Carlos Cardoso, Igor Tofalini, Caio Ribeiro, Mari Santilli e Debora Benevides com uma placa comemorativa.

Para o presidente da CBCa, João Tomasini Schwertner, terminar um ano vitorioso com o sucesso de realização do Campeonato Brasileiro em Curitiba só veem a corroborar o trabalho desempenhado pela Canoagem Brasileira nesse último ciclo olímpico.

“Fechamos o ano da Canoagem Velocidade e Paracanoagem mostrando ao Brasil o nível de desempenho, organização e desenvolvimento por qual passa a Canoagem Brasileira. Agora nossos esforços se manterão em continuar com essa evolução e universalizar ainda mais a prática da canoagem em todo o país, revelando para o futuro outros atletas como Isaquias, Erlon e Caio”, informou Tomasini.

O Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2016 teve organização da Academia Brasileira de Canoagem (ABraCan); supervisão da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa); patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Ministério do Esporte por meio da Lei de Incentivo ao Esporte e GE; e contou com apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba, Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (SMELJ) e Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA).

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Confederação Brasileira de Canoagem

  
  

Publicado por em