Maior festival de motocicletas da América Latina prioriza a preservação do meio ambiente

Compensação da emissão de carbono, redução da geração dos resíduos, sistema eficiente de coleta seletiva dos resíduos e menor consumo de água

  
  


Em sua 15ª edição o Brasília Capital Moto Week enfatiza a importância da preservação do meio ambiente e dos legados sociais, por essa razão, a sustentabilidade é um dos pilares do festival. “Fizemos um estudo sobre a emissão de carbono (CO₂) e, para amenizar o impacto ambiental, daremos continuidade a compensação por meio do plantio de mudas de árvores na cidade, iniciado em 2017.

Nossa estimativa é plantar mais de dez mil este ano, afirma Marco Portinho, um dos organizadores do Moto Week. Ele diz que o mais interessante é a participação ativa dos moto clubes, eles entendem a magnitude do projeto e acompanham o desenvolvimento das árvores, comenta.

Para incentivar as boas práticas de preservação ambiental foi criada a campanha “Caveiras do Bem”, que pode ser abraçada por todos os participantes do festival. A ideia é incentivá-los a levar e depositar o lixo eletrônico em estações adequadas, com isso, poderão participar de sorteio de produtos especiais no local.

Durante os dez dias, um ônibus caracterizado ficará estacionado para receber o lixo eletrônico, em parceria com a Organização Não Governamental Programando o Futuro. Os fragmentos eletrônicos recolhidos são recondicionados e transformados em computadores áptos a utilização. Os aparelhos vão ser doados para a Escola Classe Granja do Torto e para a Prefeitura Comunitária.

Em todo o local haverá coletas seletivas de lixo, garantindo retorno de grande parte do material reciclável, bem como a redução do consumo de água e energia elétrica. A finalidade é mobilizar o público para que vivenciem essa experiência, revertendo as atitudes de preservação ambiental em benefícios para o planeta.

“Faremos a triagem do lixo com destinação correta para cada tipo. Os orgânicos, por exemplo, serão transformados em composto orgânico para depois adubar as mudas que plantaremos. A grande pegada da sustentabilidade é fazer a logística reversa, dessa forma, retornamos o resíduo para o ciclo produtivo transformando-o em matéria-prima para novos produtos”, explica Juliana Jacinto, uma das organizadoras do festival.

Mais ações de Sustentabilidade

Todos os participantes, fornecedores e produtores do festival estão empenhados na redução dos materiais descartáveis. Na praça de alimentação terá à disposição dos consumidores um canudo compostável, fabricado em material biodegradável que se decompõem rapidamente na natureza. A produção usará squeeze ao invés de garrafas ou copos descartáveis.

Os fornecedores de alimentos utilizaram embalagens alternativas ao plástico como o papel e amido de mandioca. Os recicláveis passarão por uma cooperativa de catadores para triagem dos resíduos sólidos. Já os rejeitos vão ser destinados ao aterro sanitário.

Campanha #MaresLimpos, da ONU Meio Ambiente – atuação para conter a grande quantidade de plásticos cada vez maior nos oceanos. A produção do BCMW abordará o público ressaltando a importância da diminuição do lixo plástico.

Consumo consciente de água – a água utilizada nos chuveiros dos banheiros será reaproveitada para descarga dos sanitários.

Campanha Litro de Luz – é uma organização internacional com metodologia social para levar luz até moradores de comunidades que não possuem acesso à energia elétrica em suas casas. Eles utilizam tecnologia simples, econômica e ecologicamente sustentável, composta por lâmpadas LED, garrafas plásticas e painéis solares. Os recursos captados no decorrer da festa serão destinados a criação de postes ecológicos para o Morro do Piauí, no Fercal.

Acessibilidade – nos shows principais haverá intérprete em libras. A central de atendimento é equipada com monitor de libras, material em braile e arquitetura acessível.

De acordo com Pedro Affonso Franco, outro organizador do Moto Week, é de suma importância deixar um legado social para a comunidade. “Estamos atuando em parceria com a Escola Classe da Granja do Torto. Nosso intuito é contribuir com o desenvolvimento e a aprendizagem das crianças através de uma oficina de aproveitamento integral de alimentos e o plantio de uma horta orgânica, - com participação das merendeiras e as mães. Os hortifrútis poderão ser usufruídos por estudantes e a comunidade.

“Uma outra forma que encontramos de ajudar foi no levantamento de currículos de pessoas desempregadas para que distribuíssemos entre os fornecedores, dessa maneira ajudamos quem precisa de mão de obra e conseguimos emprego a quem precisa”, finaliza Pedro Affonso Franco.

Serviço:

15ª edição do Brasília Capital Moto Week

19 e 28 de julho, na Granja do Torto. Brasília-DF

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Carolina Laert

  
  

Publicado por em